Com Novo Ensino Médio, Enem terá mudanças a partir de 2024

Avaliação poderá contar com questões discursivas e uma segunda etapa focada em área de conhecimento escolhida pelo aluno


Questões discursivas farão parte da avaliação



Para se adequar a uma série de mudanças que devem ocorrer com a implantação do Novo Ensino Médio em todas as escolas do país nos próximos anos, o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) será reformulado a partir de 2024. A avaliação poderá ter questões discursivas e uma segunda etapa focada apenas na área de conhecimento escolhida pelo aluno.


As alterações ainda estão sendo discutidas pelo CNE (Conselho Nacional de Educação) e devem ser aprovadas no plenário do órgão em 25 de janeiro de 2022. A primeira etapa do exame será composta por redação e perguntas de formação geral (sem divisão por disciplina). Já a segunda etapa terá perguntas focadas na área de conhecimento definida pelo estudante ao cursar o ensino médio.


Esta novidade é consequência do fato de que, como parte do novo ensino médio, o estudante poderá montar seu próprio roteiro de estudos, escolhendo as áreas nas quais se aprofundará (ciências humanas, ciências da natureza, matemática ou linguagens), baseadas nos seus objetivos pessoais e profissionais. O ensino das disciplinas também passará por mudanças, com uma abordagem que integrará o tema estudado com as demais disciplinas.


As mudanças serão graduais. Em 2022, as novidades chegam obrigatoriamente somente para a primeira série do ensino médio. No ano seguinte, será a vez da segunda série passar pelas mudanças e, em 2024, da terceira série. Por esse motivo da implantação gradual é que o Enem poderá vir com as novidades citadas a partir de 2024.

Posts recentes

Ver tudo