Desfile de veleiros inicia comemorações do Bicentenário da Independência

Evento "Velas Latinoamericanas 2022" conta com participação de navios de sete países das Américas


O navio-veleiro Cisne Branco representa o Brasil no evento

Este ano comemora-se o Bicentenário da Independência do Brasil. A data deste marco na história do país é 7 de setembro. Mas as comemorações já iniciaram. Uma das atividades que marcam o período é o evento Velas Latinoamerica 2022, que reúne navios de sete países das Américas (Brasil, Argentina, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e México) nos mares da América do Sul e do Caribe. O Brasil é o país anfitrião desta edição e tem como representante o navio-veleiro "Cisne Branco". A etapa brasileira do Velas Latinoamerica acontece no período de 13 a 20 de fevereiro, com o desfile dos veleiros participantes no litoral do Rio de Janeiro. As embarcações, em sua maioria navios-escola, também ficarão atracadas no Porto do Rio de Janeiro para promover atividades culturais.



O Velas Latinoamerica 2022 conta com a participação dos navios "Cisne Branco" (Brasil), "Libertad" e "Bernardo Houssay" (Argentina), "Guayas" (Equador), "Unión" (Peru), "Capitán Miranda" (Uruguai) e "20 de Julio" (Colômbia). O navio mexicano "Cuauhtémoc" não participará da etapa brasileira. Ao longo de quatro meses, os navios veleiros visitarão as mais importantes cidades e portos do Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Equador, Panamá, Colômbia, República Dominicana, Curaçao e México. "O maior objetivo do evento é fortalecer os laços de amizade e profissionalismo, por meio do intercâmbio operacional e cultural entre as marinhas latino-americanas", afirmou o porta-voz do Velas Latinoamerica, capitão de mar e guerra Claudio Sousa Freitas.


CISNE BRANCO

O navio-veleiro brasileiro Cisne Branco exerce funções diplomáticas e de relações públicas, tendo como missão representar o Brasil em eventos náuticos nacionais e internacionais, divulgar a mentalidade marítima e preservar as tradições navais.


O Cisne Branco é o terceiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil e foi construído pelo estaleiro Damen Oranjewerf, em Amsterdã, Holanda. A embarcação teve sua quilha batida em 9 de novembro de 1998, foi batizado e lançado ao mar em 4 de agosto de 1999. No ano seguinte, foi submetido à Mostra de Armamento (cerimônia naval em que o navio é incorporado à sua armada) e incorporado à armada brasileira em 9 de março de 2000. Neste mesmo ano, o Cisne Branco participou da largada da Regata Internacional Comemorativa aos 500 Anos do Descobrimento do Brasil e percorreu a “Rota do Descobrimento”, de Portugal ao Brasil.


Veja a seguir o vídeo de divulgação do evento náutico Velas Latinoamerica 2022:



Posts recentes

Ver tudo